03/03/2008

Mercadão de Madureira!

Madureira é um centro comercial que possui vários estabelecimentos, dentre os quais destaca-se um cuja história se confunde com a do próprio bairro: o Mercadão de Madureira, no início uma grande quitanda de hortifrutigranjeiros. As origens do assim chamado "Mercadão" remontam à República Velha, quando em 1914 foi inaugurado o Mercado de Madureira, ponto de venda de produtos agrícolas que mudou de sede em 1916 e passou por uma ampliação em 1929. No ano de 1959, o Presidente Juscelino Kubitschek inaugurou o novo Mercadão de Madureira, no local onde se encontra até hoje (Avenida Ministro Edgard Romero). Como reflexo, o bairro passou a ser um dos maiores arrecadadores de ICMS da cidade. A concorrência que passou a enfrentar por parte da CEASA motivou a diversificação de produtos vendidos por suas 650 lojas. No dia 15 de janeiro de 2000 o Mercadão sofreu um incêndio que danificou boa parte de suas instalações, tendo sido recuperado posteriormente e reinaugurado a 5 de outubro de 2001. É tido hoje como sendo maior mercado popular do Brasil.
[fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Madureira_(Rio_de_Janeiro)#O_Mercad.C3.A3o_de_Madureira]

Na teoria fica bonito né?

Mas quem já frequentou esse lugar, sabe que na prática não é nada disso.

Um bando de lojinhas explodindo de tantas mercadorias, que chegam a ficar do lado de fora e se misturam com as da lojinha do lado! Pessoas passando com carrinhos lotados de caixas em corredores muito estreitos praticamente te expulsando, lugares vendendo bijuterias para mulheres, vendendo coisas de macumba, fantasias, coisinhas pra aniversário, ervas exóticas e existe um local neste mercado popular que tem um cheiro desagradabilíssimo por vender: GALINHAS!


É, galinhas, meus caros colegas de mesa de bar! Animais sujos perto da loja de ervas, ervas essas que muitas velhinhas vão comprar pra fazer sabe-se lá o que! Eu sempre reparava na cozinha da minha avó, e lá sempre tinham vários saquinhos com ervas que ela fazia chá! Não acredito que ela tomava, com as amigas, chás com resquícios galináceos !
Agora, por que um lugar sujo, fedorento, desorganizado e altamente perigoso (devido a sua localidade) é tão famoso? Por causa do preço!! Brasileiro gosta dessa coisa de atacado e varejo, preços mais baratos do que a média. Do que estou falando? Eu faria a mesma coisa!

Se você chega no Barra Shopping para comprar um relógio, vem uma vendedora toda empinada, com aquele sorrisão de vilão da Disney que está tramando algum plano maligno: "Você só sai daqui depois de comprar comigo... Muahahahahahaha", aí ela te convida pra sentar, pergunta se quer um café enquanto aguarda alguém do estoque descer com o relógio, aí chegou o relógio e você vai pagar, PUTA QUE PARIU! A pior parte de estar em uma loja se você é o comprador!
Para não ferir seu ego por não levar um relógio de 2000 reais, você o parcela em 10x de 200 sem juros! Sai da loja puto querendo ir logo pra casa sabendo que está no Rio de Janeiro com um relógio de 2000 reais!

Agora se você vai ao Mercadão a coisa muda de figura a começar pela ida, entrando naquela Kombi cheia de gente suada, criancinha melequenta se esfregando em você, e coisa que parece até lei em Kombi, uma gorda no canto em que não tem porta e resolve soltar no meio do caminho arrastando sua imensa bunda na cara dos outros passageiros. =S . Já aconteceu comigo.¬¬ Well, aí você chega no Mercadão, roda aquele lugar todo atrás de um relógio aí tem uma mulher no final do corredor gritando: "Aí ném, relógio aqui! 10 'conto' vem freguês, tem pisca-pisca, máscara de carnaval, chocolate, imã de geladeira e muito mais, vem que tem ném!". Sucesso você conseguiu o relógio, mas ao voltar pra casa, parece que você vai começar vida nova em outro lugar de tantos bagulhos que comprou durante suas olhadas.

Eu esqueci de mencionar lá em cima, mas as mercadorias são misturadas independente da época, já vi e aposto que ainda estão lá pisca-pisca, papai noel, enfeites de natal em geral, fantasias para carnaval e dia das bruxas, ovos de páscoa, galinhas e uma micro concessionária de motos!

É Cid Moreira, concordo com o senhor, "Isso é um espanto".

9 comentários:

C@rol disse...

Galinhas?!?!? O.o
devo confessar q nunca estive em Madureira! Mas pelo visto é uma aventura andar por lá...ahuahuahua
eu sei q uma tia minha queria comprar um cabrito(ou algum bicho desses...) numa loja de macumba pq não queria q ele fosse sacrificado...eahiuahaiuhaeiuhaeiuaeh
ia levar ele pra casa e criar junto com os cachorros dela...
até q minha prima falou "se esse bicho entrar eu saio!" hahahahaha
=x
só uma curiosidade...daonde veio a idéia de falar do Mercadão de Madureira?! rsrsrsrs
BjOs gêmeooo!!!

Aline Paggy disse...

"Mas quem já frequentou esse lugar, sabe que na prática não é nada disso."

Pergunta pra Tharcila o que ela acha dessa frase... hahahaha
Da ultima vez que fui lá,por acaso com ela, saímos de lá com um hamster! hahahahaha...

Beijão Clonee !

Bardo disse...

Madureira é o inferno. Dentre o mar de pecadores e lojas de macumba, destaca-se a casa de satã: O mercadão de Madureira, o ponto de encontro para assassinos em série e cheiradores de gatinhos. As origens do mercadão se estendem até antes de Saddam Husseim e outras pragas de Moisés, como gafanhotos ou a Dercy Gonçalvez, em mil-novecentos-e-vovó-piriguete. A idéia inicial era fazer uma quitanda de picolés, mas quando saiu o sol, o clima esquentou (sacou?), a porra toda derreteu (Sacou??), e o negócio passou pra sauna com sabor de fruta. 30 minutos depois, Lúcifer, prefeito de Madureira, muito maroto, traquinas, deu uma de joão-sem-teto e apropriou-se da casa, inclusive contratando dois jagunsos para afastar a negada. Hoje ponto turístico de madureira por ser o único lugar com uma temperatura inferior a 50ºC e ventiladores de teto, o local abriga mais de dois milhões de almas-penadas por minuto, e quando você pensa que acabou, sempre tem um vendedor de cabra pra trabalhos satânicos pra te encoxar. (Fonte: Joãozinho, morador de Madureira.)

Na teoria parece o inferno, não?

Pois é. E é isso mesmo.

Quem já fez uma incursão nesse lugar (incluindo uma aula de 2 dias de sobrevivência com o Capitão nascimento, que inclui desde “O conceito de muamba” até “Fatiou, passou: como se esgueirar por entre a multidão sem perder nada”) e sobreviveu, sabe como seria se humanos vivessem em latas de sardinha.

Um bando de tapetes estendidos, uns inclusive limpos, com várias coisas a venda, desde o almoço do pessoal do BOPE, até coisas menos higiênicas, como gatinhos, velas, maconha, fuzis AK-47su, dedos humanos e uma loja fedida, que vende galinhas (artigos relacionados: sua mãe.)

Isso mesmo, galinhas. E não é daquelas dos anúncios do jornal “O Dia” não; galinhas mesmo.
Agora, porque um lugar desses é famoso? Porque brasileiro gosta de te fuder! “Vai lá ao mercadão de Madureira, super legal...” Filho da puta! E você, fudido, não tem alternativa senão fuder o próximo!

Então, amiguinho, da próxima vez que você for ao mercadão. Faça um favor ao mundo e leve uma granada. Ou então leva um ventilador portátil e mata aqueles filhos da puta de frio.

Anônimo disse...

Hilton, e demais malhadores obsecados. Vocês falam demais, certamente por serem muito jovens. Só verificam os pontos negativos alheios, e certamente não devem atentar para os seus próprios. Comércio é comércio! Já viu algum local de comércio silencioso? Até mesmo os shoppings são barulhentos com o falatório das pessoas. O Mercadão pode ser o que for, mas há lá muitas utilidades para as outras pessoas do município que não sejam vocês. Se não aprecia, pelo menos respeite e fale menos bobagens.

Anônimo disse...

caramba Hilton, como voce e esses judas falam besteiras heim!!!!
Parabens pela lingua!!!!!

Hilton disse...

Não sou santo, detesto madureira, e pelo menos sou autentico...
só posso dizer que o anonimato me inveja, mas fazer o que né?!

Anônimo disse...

mercadao de madureira vende tudo que voce possa imaginar, para pessoas inteligentes que vão revender ganhando 300% em alguma loja da barra , recreio ou zona sul para babacas como voces...

Anônimo disse...

cara,vc está muito certo já passei muitas vezes por aquele lugar,aquilo eh um inferno...pqp,aquele bando de favelado desce o morro pra poder comprar mais barato,já foi em época de natal?aff...aquele povo suado tudo te olhando com uma cara nada agradável,talvez inveja por eu ser loira do olho verde,graças a Deus,não frequento mais aquele lugar... BJOS GIGANTESCOS

Anônimo disse...

cambada de babacas que pagam o condominio com atraso , comem ovo o mes todo e trabalham de onibus por nao ter dinheiro para bancar gasolina..emas orgulham de morar bem e ter carrao, ...continuem passeando no rio sul e barra shopping, rs